Alunos de taekwondo trocam de faixa em clima de ‘festa familiar’
Atualizado em 01/12/2019 - 19:51
2ª Edição da promoção de faixas para 700 alunos do taekwondo no Tênis Clube. Foto: Claudio Vieira/PMSJC 01-12-2019
A manhã de domingo foi de festa para os cerca de 600 alunos de taekwondo que trocaram de faixa e para os familiares que foram apoiá-los - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Cerca de 600 alunos das turmas de taekwondo de 25 unidades esportivas da Prefeitura de São José dos Campos, fizeram exame de graduação na manhã deste domingo (1º), no ginásio do Tênis Clube, na região central. O exame serviu para a promoção de faixas.

Foi o segundo exame do ano para troca de faixas. Envolveu mais da metade dos cerca de 1.100 alunos de taekwondo das unidades, dois 6 anos à idade adulta. Foi realizado sem nenhum custo para os praticantes. Representantes da Federação de Taekwondo do Estado de São Paulo estiveram presentes.

A Prefeitura de São José oferece, através da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida, mais de 29 mil vagas em 43 modalidades nas 59 unidades esportivas do município. Para realizar a pré-inscrição em uma delas é preciso baixar no celular o app São José Viva e fazer o cadastro, ou comparecer na unidade esportiva de interesse.

Festa familiar

As arquibancadas do ginásio do Tênis Clube ficaram tomadas pelos familiares dos alunos que foram trocar suas faixas, dando ao evento um aspecto de festa de família.

Até no tatame, havia a presença da família. Luciano Araújo da Silva, 48 anos, com apenas três meses de prática da modalidade, estava trocando de faixa no mesmo exame que a filha Nataly, de 10 anos. Os dois frequentam a turma de taekwondo do Centro Poliesportivo Cerejeiras, na região leste, bairro onde moram.

“Comecei a fazer para estimular a minha filha e acompanhá-la nos treinos”, contou Luciano. “Não praticava esporte há mais de 20 anos e já estou sentindo que os treinos mudaram 100% a minha vida, agora tenho muito mais disposição.”

O garoto Laécio Michael Medeiros Barra, 8 anos, morador no Jardim Nova Michigan, na região leste, também recebeu apoio da família. Ele ficou na arquibancada, de quimono e óculos, ao lado da mãe Patrícia e da irmãzinha Mirella, de 1 ano, aguardando a hora do exame.

“Comecei no Poli do Cerejeiras há mais ou menos um ano e faço com alguns amigos”, disse o aluno. “Sempre quis aprender taekwondo, eu ficava vendo as aulas lá no Poli e achava muito legal. Agora, também estou lutando”, comentou, com orgulho.

Até madrinha entrou na festa da troca de faixas. Flávia Souza de Oliveira, moradora no Jardim Santa Júlia, região leste, foi com o marido levar a pequena Sofia, 6 anos, porque a mãe da menina não pôde comparecer.

“Fazer taekwondo foi uma escolha dela, mas ela recebe muito incentivo do meu cunhado, que é faixa preta”, disse a madrinha. “É um esporte muito recomendado para crianças porque trabalha a disciplina, a coragem e o autoconhecimento.”

No tatame, junto com as centenas de alunos que iriam passar pelo exame de promoção de faixas, Sofia bem que tentou explicar a sua relação com a modalidade, mas só conseguiu responder, timidamente: “Eu quero ir no banheiro...”. Devidamente socorrida pela madrinha Flávia, a menina voltou minutos depois e fez questão de declarar: “Eu nunca falto nas aulas e aprendi a dar o chute para mudar de faixa hoje”.

Intercentros

A modalidade dominou o fim de semana esportivo. No sábado, mais de 500 alunos, de 14 unidades esportivas, participaram dos Jogos Intercentros de Taekwondo, também no Tênis Clube. O objetivo do Intercentros é incentivar a prática do taekwondo, além de oferecer aos alunos a vivência de um campeonato, promover a integração entre as unidades esportivas e também descobrir novos talentos nas categorias de base para futuro ingresso no Programa Atleta Cidadão.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida