Em cinco meses de programa, Pró-Trabalho convoca mais de 800 bolsistas
Atualizado em 26/12/2018 - 14:39
Pró-Trabalho. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 24-07-2018
Os participantes recebem uma bolsa-auxílio qualificação no valor de R$ 1.000 por mês, por até um ano, renovável por igual período, e vale alimentação de R$ 100 - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Juliana Costa
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

A Prefeitura de São José dos Campos lançou, neste ano de 2018, o Programa Pró-Trabalho com o objetivo de oferecer qualificação profissional e recolocação no mercado para pessoas que moram na cidade e que perderam o emprego.

As convocações, que começaram no dia 3 de julho, já chegam a números expressivos com 830 bolsistas chamados. Destes, 226 ocupam  funções administrativas, 555 prestam serviços externos e 49 fazem serviços internos. Mais de 50 pessoas já conseguiram recolocação no mercado de trabalho.

A meta do programa é oferecer 2 mil vagas. Os participantes recebem uma bolsa-auxílio qualificação no valor de R$ 1.000 por mês, por até um ano, renovável por igual período, e vale alimentação de R$ 100.

Coordenado pelas secretarias de Apoio Social ao Cidadão e Inovação e Desenvolvimento Econômico, a convocação para o Pró-Trabalho é realizada de acordo com a demanda das secretarias municipais, Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), FCCR (Fundação Cultural Cassiano Ricardo), Cartório Eleitoral e Delegacia da Mulher e Vicentina Aranha.

Quando convocados, os beneficiários precisam realizar cursos de qualificação profissional nas áreas administrativa, serviços gerais internos e externos, de acordo com a área escolhida, com carga horária de até 4 horas semanais. Com isso, eles se tornam mais capacitados para que as empresas credenciadas pela Prefeitura possam alinhar o perfil da vaga com o candidato inserido no programa.

Como as empresas podem contratar um beneficiário do Pró-Trabalho?

Em julho deste ano, foi publicado o edital de credenciamento para empresas interessadas em participar do programa Pró-Trabalho. Com o credenciamento, as empresas podem solicitar beneficiários do programa conforme suas demandas.

Para participar, as empresas precisam atender às exigências do edital, como estar instalada no município de São José dos Campos há pelo menos seis meses. As empresas que se encontram em recuperação judicial precisam apresentar o plano de recuperação já homologado e em vigor, apta a comprovar sua viabilidade econômico-financeira. A participação é válida para empresas inscritas no Programa Simples Nacional e microempreendedores individuais.

As empresas que forem credenciadas pela Prefeitura de São José dos Campos, nos termos estabelecidos no edital, recebem do município o reembolso de até metade do valor do salário pago pela empresa ao beneficiário do Programa Pró-Trabalho, até o limite de R$ 500,00 mensais, pelo período de três meses. Essa é uma maneira de incentivar a contratação de bolsistas e de dar continuidade em sua qualificação profissional, no mínimo, pelo prazo do reembolso.

As empresas podem se credenciar a qualquer momento apresentado os documentos necessários para o credenciamento que deverão ser entregues e protocolados na recepção da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico, localizada à praça Afonso Pena, 175, 3º andar, no centro, das 8h15 às 17h, de segunda a sexta-feira. 

Mais qualificação para os bolsistas

A Prefeitura de São José dos Campos colocou à disposição dos bolsistas do Pró-Trabalho oficinas de qualificação nos três eixos: interno, externo e administrativo.

Na parceria com o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) foram oferecidas as seguintes oficinas:

Eixo administrativo

Rotinas administrativas

Administração de armazenagem

Técnicas de atendimento ao cliente

Negociação de atendimento ao cliente

Informática básica

 

Eixo externo

Técnicas de jardinagem

Básico manutenção corretiva

Desenvolvimento de hortas

Introdução ao paisagismo

Riscos e seguros ambientais

Básico em zeladoria

Básico em alvenaria

Técnicas básicas de hidráulica predial

Técnicas básicas de pintura e texturização de paredes

Básico em manutenção elétrica

 

Eixo interno

Técnicas de limpeza e conservação de ambientes

Rotinas de segurança patrimonial

Básico de zeladoria

Básico de segurança do trabalho

Riscos e seguros ambientais

 

Cras (Centro de Referência de Assistência Social)

Oficinas de Desenvolvimento Humano

 

Time do Emprego

Outra opção de qualificação foi o Time do Emprego, um programa que tem como objetivo preparar os trabalhadores na busca do emprego compatível com os interesses, habilidades e qualificação profissional.

Desenvolvido durante 12 encontros (uma ou duas vezes por semana), o conteúdo do Time do Emprego teve duração de três horas. Durante as atividades, os participantes receberam orientações sobre elaboração de currículo e preparação para entrevistas de emprego. Também participaram de simulações e dinâmicas em grupo e foram incentivados a conhecer a si mesmos e descobrir as próprias habilidades e competências. Aprenderam ainda a estabelecer metas de trabalho e de vida, para que tenham sucesso no mercado de trabalho.

Em dois meses de qualificação, 100 beneficiários que desenvolvem serviços externos no Pró-Trabalho participaram do Time do Emprego.

Assim como os demais cursos de qualificação oferecidos pela Prefeitura, o Time do Emprego funcionou em forma de rodízio entre os selecionados, que puderam participar do novo programa enquanto não realizavam outras capacitações com os parceiros Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza).


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão